×

Mensagem

Failed loading XML... xmlParseEntityRef: no name

messi lgAfinal, Leo Messi terá conhecido uma das definições do termos português "irrevogável" e vai continuar a vestir a camisola da seleção da Argentina

realmadrid lgO Real Madrid venceu o Sevilla por 3-2 e conquistou a Supertaça da UEFA, num jogo que se prolongou até ao minuto 120, por força do empate verificado no final do tempo regulamentar

Barcelona-ataqueBarcelona e Sevilha estão perto de disputar uma final histórica entre si, após terem goleado o Valência e o Celta na primeira mão das meias-finais

Sem contar com o central Sérgio Ramos, o Real Madrid do internacional português Cristiano Ronaldo garantiu o apuramento para as meias-finais da Liga dos Campeões da UEFA, com um golo marcado apenas no último minuto dos descontos a partir de uma grande penalidade muito contestada pelos italianos da Juventus. Para um jogo em que a turma transalpina chegava com uma derrota averbada em Turim por 0-3, ninguém esperava tantas dificuldades para o Real, mas a Juve, com um golo aos seis minutos, abriu caminho para um excelente jogo, colocando-se a vencer por 3-0 no Santiago Bernabéu e empatando desse modo a eliminatória.

À beira do final do tempo regulamentar, mais concretamente aos 90+07', quando parecia inevitável o prolongamento de mais 30 minutos de jogo, eis que é assinalada uma grande penalidade quanto a nós indiscutível na grande área da Juventus. Os homens da formação de Turim protestaram, Buffon foi o que mais contestou a decisão do árbitro, e de tal forma o fez que viu mesmo o cartão vermelho directo, acabando expulso e ficando a Juventus reduzida a 10 unidades. Higuaín acabou por dar o seu lugar ao guarda-redes suplente Szczesny e foi perante este que Cristiano Ronaldo acabaria por transformar o castigo máximo, de forma irrepreensível, garantindo assim as aspirações do Real.

No final do jogo, os dirigentes da Juve exigiram a opção pelo VAR nos jogos da Champions, Buffon nem sequer falou aos jornalistas de tão irritado que se encontrava, enquanto que do outro lado Cristiano Ronaldo garantia ter sido pénalti, afirmando não compreender o porquê de tantos protestos dos elementos do clube italiano. Certo é que foi o pénalti marcado de forma fria e irrepreensível pelo internacional português que salvou o Real Madrid, num jogo em que motivou títulos da imprensa transalpina, mas também de jornais da Catalunha, a apelidarem de “roubo” aquilo que se passou no Santiago Bernabéu. 

No outro jogo da Liga dos Campeões disputado esta quarta-feira, o Bayern Munique empatou com o Sevilha (0-0) garantindo com isso a continuidade na prova já que vencera na primeira mão por 1-2 em casa da turma andaluz. Já na terça-feira, o Barcelona ficou pelo caminho eliminado pela Roma, que venceu a turma catalã por 3-0 depois de ter consentido o triunfo do Barça no primeiro jogo por 3-1, isto enquanto que o Liverpool eliminou o poderoso Manchester City ao ir vencer por 1-2 a Manchester depois de já ter vencido na primeira mão por um categórico 3-0 em Liverpool.

Estão assim apurados para as meias-finais da Liga dos Campeões o Liverpol, AS Roma, Real Madrid e Bayern de Munique.

JR

 

atletico nacional lgNa madrugada desta quarta-feira, os colombianos do Atlético Nacional conquistaram a sua segunda Copa Libertadores da América

SergioAguero-CityO Manchester City apurou-se para a final da Taça da Liga inglesa ao vencer o Everton por 3-1, depois de ter perdido na primeira mão por 2-1

 2FA8608Sem honra nem glória. O Benfica despediu-se da ‘Champions’ com outra derrota e somou novas dúvidas sobre as reais capacidades do grupo às ordens de Rui Vitória