Conservatório fechado a cadeado como protesto

Conservatório fechado a cadeado como protesto

Cerca de uma centena alunos e professores do Conservatório Nacional protestaram contra a falta de condições do edifício da instituição

ConservatorioNacional01A falta de condições do Conservatório Nacional levou a que cerca de uma centena de estudantes e professores avançassem para uma acção de protesto em frente ao edifício, esta manhã, em Lisboa . Os estudantes chegaram a fechar a cadeado as instalações, posteriormente retirado pela Polícia de Segurança Pública, durante um protesto pacífico acompanhado pelo som dos instrumentos musicais que servem de elemento de estudo naquela instituição.

PUB

Além dos cadeados, foram colocadas inscrições nas janelas do edifício, localizado no Bairro Alto, em pleno centro urbano de Lisboa, com mensagens como “Eu sou Conservatório Nacional”, “Temos direito a estudar música sem levar com um tijolo na cabeça”, “Não deixem a nossa casa desmoronar” ou “Só queremos ter aulas em segurança”. Com esta acção, os manifestantes pretenderam alertar o Ministério de Educação sobre as fracas condições em que estão sujeitos alunos e professores enquanto estudam ou leccionam.

Ana Mafalda Pernão, directora da Escola de Música do Conservatório Nacional, mostrou-se solidária para com a causa, apontando a necessidade clara de que exista diálogo com a tutela. “O problema agora é que queremos que o Ministério da Educação fale connosco, o que ainda não aconteceu”, afirmou aquela responsável aos jornalistas, garantindo que apenas recebeu um “email na sexta-feira a dar autorização para pedir três orçamentos para a realização das obras, mas não mais que isso”.

Os alunos fizeram-se acompanhar dos seus instrumentos para marcarem posição, através de uma sinfonia tocada em plena rua visando dar mais força no apoio às suas reivindicações.

 

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.