Apple Music: sucesso duradouro ou temporário?

Apple Music: sucesso duradouro ou temporário?

Resta saber se os milhões de subscritores estarão dispostos a pagar pelo serviço que até agora foi grátis

quinta, 06 agosto 2015

apple musicO Apple Music, o novo serviço de stream de música da maçã lançado há um mês, conta já com 11 milhões de utilizadores , de acordo com o USA Today. A empresa de Tim Cook lançou a aplicação a 30 de junho e ofereceu os três primeiros meses de subscrição do novo serviço. Resta saber se daqui para a frente, os subscritores irão querer pagar para continuar a usufruir.

PUB

Partindo do princípio que todas as subscrições gratuitas se convertem à modalidade paga no final do período promocional,a Apple já terá conseguido pelo menos metade das subscrições pagas do Spotify, o serviço líder no setor, lançado há quase uma década — e o maior rival do Apple Music. Durante o mesmo período, o Spotify angariou 20 milhões de subscritores.

A partir do final de setembro, o Apple Music funcionará à base de dois modelos de subscrição paga: a primeira, terá um custo mensal de 6,99 euros após o período experimental; a segunda, será através de um pacote familiar de até seis elementos, com um custo de 10,99 euros. Os dados divulgados até agora indicam que, dos 11 milhões de subscrições do Apple Music,dois milhões de utilizadores escolheram esta última modalidade.

“Estamos muito entusiasmados com os números até agora” revelou Eddy Cue, vice-presidente da Apple, responsável pelo software e serviços. Julho foi o mês mais lucrativo para a empresa no que respeita à venda através da App Store, com lucros acima dos 1,5 mil milhões de euros. Significa que as aplicações já renderam à Apple cerca de 30 mil milhões de euros até agora, acima dos 23 mil milhões registados no final de 2014. A China é um dos principais compradores.

Atualmente, tanto o Apple Music como o Spotify oferecem uma biblioteca de música a rondar os 30 milhões de faixas. A explorar o setor estão ainda outros serviços semelhantes, tais como o Tidal e o Google Play Music.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.