Inactividade custa três milhões ao SNS
Hoje é Quinta-Feira, 19 de Outubro de 2017

Inactividade custa três milhões ao SNS

O custo da inactividade dos portugueses para o Serviço Nacional de Saúde é de três milhões de euros

GinasioFitness“O Serviço Nacional de Saúde gasta três milhões de euros por ano com os custos resultantes da inactividade e falta de exercício físico dos portugueses" , esta afirmação foi proferida no sábado, pelo presidente do IPDJ (Instituto do Desporto), Augusto Baganha, durante a abertura do VIII Encontro Nacional da Associação Nacional dos Ginásios (AGAP), que decorreu em Oeiras.

PUB

O dirigente revelou ainda que em Portugal, a taxa de obesidade atinge 25% das crianças, 50 % dos adultos e 75 % dos idosos, razão para se ter uma estratégia nacional para a prática de actividade física para toda a população, com foco nos mais seniores.

Os ginásios representam 17% das escolhas dos utentes para o exercício físico em Portugal, mas Augusto Baganha quer mais: “Para nós é claro o papel relevante dos ginásios como suporte à actividade física e contamos com eles para implementar essa estratégia nacional"

O sector dos ginásios registou um aumento do número de clubes inscritos na AGAP de cerca de 60%, entre Janeiro e Agosto de 2015, face a igual período do ano passado. Segundo a AGAP, inscreveram-se naquela entidade 68 espaços, sendo que apenas 10% pertencem a cadeias com duas ou mais unidades.

A Associação de Ginásios de Portugal regista 1100 espaços em todo o território nacional, num mercado que está perto de ultrapassar os 700 mil clientes.

É à luz destes dados que a mesma colectividade realizou o seu 8º Encontro Nacional. Segundo o seu presidente, José Júlio Vale Castro, "estes números demonstram que o sector soube responder aos momentos difíceis dos últimos anos e que os portugueses estão bem informados acerca dos benefícios da prática da actividade física acompanhada por profissionais credenciados.”

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.