Morreu Beatriz da Conceição

Morreu Beatriz da Conceição

Pelos amigos era tratada como "Tia Bia" que a colocavam ao nível de Amália Rodrigues. Partiu aos 76 anos...

BeatrizdaConceicao01Faleceu esta quinta-feira no Hospital de São José, em Lisboa, a fadista Beatriz da Conceição, intérprete de êxitos como "Ovelha negra" ou "Meu corpo" , que parte aos 76 anos depois de uma carreira reconhecida, que lhe valeu em 2008 a atribuição do Prémio de Carreira, Amália Rodrigues. "Tia Bia", como era conhecida no meio fadista, era apontada como uma "diva" na forma de estar e na atitude de autenticidade, sendo vista como uma referência para as novas gerações.

PUB

Nascida no Porto a 21 de Agosto de 1939, Beatriz da Conceição começou a cantar na década de 1960, depois de uma visita à casa de fados Solar de Márcia Condessa, em Lisboa. Como primeiras influências teve exactamente Márcia Condessa, que lhe disse que "ser uma grande fadista", mas também Lucília do Carmo, que apelidava de sua "musa", e que lhe terá dito: "Ó menina, você canta à sua maneira e muito bem. Assim é que é bonito."

Apontada como “uma das três ou quatro figuras mais importantes da história do fado do último meio século” pelo musicólogo e historiador do fado Rui Vieira Nery, viria a ter “um papel importante como modelo para muitos fadistas das novas gerações”, tendo mantido uma presença activa no fado até ao fim da sua vida. Citado pelo jornal Público, o fadista Camané recordou Beatriz da Conceição, ou apenas Bia, como lhe chama, como uma das grandes fadistas, colocandoa "ao nível da Maria Teresa de Noronha e da Amália”. Já Aldina Duarte, ao mesmo jornal, diz ter sido ela uma forte referência para as novas gerações, revelando mesmo que foi depois de a ouvir cantar que desejou ser fadista.

Também nas redes sociais as manifestações de pesar não faltaram, com o actor Júlio César a lembrar como ela o chamava de "pomba branca" pelos seus cabelos brancos, que a partir de agora serão apenas brancos depois da partida de uma amiga, ou o apresentador de televisão Júlio Isidro que, num post colocado no Facebook, afirma que sem a Bia "a 'Noite' dos fados jamais será a mesma". "A Bia partiu nas asas de uma 'Pomba Branca' e Lisboa está em lágrimas, um mar de muitas como as que Beatriz da Conceição cantou quando percorreu a Europa com o projecto 'Tears of Lisbon'", acrescentou Júlio Isidro.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.