António Costa recusa Portugal pobre
Hoje é Quinta-Feira, 19 de Outubro de 2017

António Costa recusa Portugal pobre

O primeiro-ministro português discursou na comemoração do 43.º aniversário do Partido Socialista

antoniocostarirO primeiro-ministro António Costa manifestou-se contra a possibilidade de Portugal poder ser um país de pobreza e baixos salários .

PUB

Na comemoração do 43º aniversário do Partido Socialista, Costa garantiu que irá combater contra os que dizem que “não nos desenvolveremos porque estamos condenados a viver num país de pobreza e baixos salários”.

O PS travará uma "batalha permanente pela igualdade", a qual, disse, tem vindo a ser travada "desde o 25 de Abril [de 1974]" e que o seu partido terá de "continuar a travar".

Numa alusão ao PSD, Comissão Europeia e FMI, Costa reiterou: “vemos alguns, cá dentro e lá fora, a dizer que nós não nos desenvolveremos porque estamos condenados a viver num país de pobreza e baixos salários".

"Em todos os momentos estaremos do lado certo da luta pela coesão social", exclamou António Costa, acrescentando que "continuamos a estar certos quando dizemos que é apostando na qualificação que o país poderá crescer e convergir com as restantes economias europeias”.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.