Obama apela a que Reino Unido fique na UE

Obama apela a que Reino Unido fique na UE

O presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama encontra-se em Londres para uma visita de três dias

obamaO Presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama apelou à manutenção do Reino Unido na União Europeia . Em visita a Londres, onde esteve ao longo dos últimos três dias, Obama referiu-se ao referendo de manutenção dos britânicos no bloco europeu, dizendo que “a UE faz o Reino Unido ainda maior”.

PUB

Obama apelou também à união entre os dois países para enfrentarem os desafios como outrora já havia acontecido: “Testes de outra ordem – terrorismo e agressões; migrações e obstáculos económicos – são desafios que podem apenas ser superados se os EUA e o Reino Unidos poderem confiar um no outro, no nosso relacionamento especial e nas parcerias que levaram ao progresso".

"Sei que tem havido uma especulação considerável – e alguma controvérsia – sobre a altura da minha visita. E confesso: quero desejar um feliz aniversário a Sua Majestade [Rainha] em pessoa", escreveu no artigo de opinião publicado no The Telegraph.

"Mas compreendo também que há uma animada campanha em curso. O meu país está a passar pelo mesmo. E em última análise, a questão se o Reino Unido mantém-se ou não como parte da UE é uma questão para os eleitores britânicos decidirem por eles mesmos. Dito isto, quando o presidente Roosevelt brindou à nossa relação especial naquela noite, também notou que somos amigos que não temem um ao outro. Por isso digo, com a franqueza de um amigo, que o resultado da vossa decisão é uma questão de grande interesse para os Estados Unidos", reiterou.

"A União Europeia não modera a influência britânica – magnifica-a. Uma Europa forte não é uma ameaça à liderança mundial britânica; reforça a liderança mundial britânica. Os Estados Unidos vêem como a vossa poderosa voz na Europa assegura que a Europa toma uma posição forte no mundo e mantém a União Europeia aberta, a olhar para fora, e que está proximamente ligada aos seus aliados no outro lado do Atlântico. Por isso, os Estados Unidos e o mundo precisam que a vossa grande influência continue – incluindo dentro da Europa", finalizou.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.