Acção terrorista em Nice provocou 77 mortos

Acção terrorista em Nice provocou 77 mortos

Um homem de 31 natural de Nice mas filho de tunisinos conduziu o camião contra a multidão que festejava o Dia Nacional da França

sexta, 15 julho 2016

NiceCamiao03O camião atirado contra a multidão ao longo de dois quilómetros da marginal de Nice — Promenade des Anglais — provocou, nos números oficiais, 77 mortos e centena e meia de feridos

, 18 dos quais feridos em estado crítico, entre os populares que ali se haviam juntado à beira das águas do Mediterrâneo, numa das artérias mais concorridas daquela cidade do sul de França, na região da Côte d'Azur, para acompanharem uma sessão de fogo de artifício que deveria celebrar o Dia Nacional da França em memória da Tomada da Bastilha.

PUB

Depois de ter percorrido cerca de dois quilómetros na área reservada ao trânsito de peões entre a marginal de Nice e a praia, no passeio público (promenade), "varrendo" literalmente as pessoas que foi apanhando pelo caminho e provocando inúmeros mortos entre os populares, nomeadamente diversas crianças que ali se encontravam com as suas famílias, o camião acabou por ser parado pela polícia que disparando contra o camião acabou por abater o motorista, um homem que o jornal local "Nice Matin" identificou já como sendo um indivíduo de 31 anos, francês natural de Nice, filho de uma família tunisina radicada naquela cidade do sul de França.

Um repórter da agência de notícias AFP, Robert Holloway, que assistia às celebrações do Dia da Bastilha naquela artéria de Nice relatou ter ouvido os gritos das pessoas quando o camião levou tudo à sua frente. "Foi o caos absoluto", resumiu Robert Holloway lembrando que também ele teve apenas "alguns segundos para sair da frente" do camião quando este surgiu a uma centena de metros no local em que se encontrava.

Às primeiras horas da madrugada, o camião, com o vidro da frente a exibir inúmeros buracos de balas, continuava parado em frente ao hotel Royal rodeado por agentes da polícia francesa que procura agora recolher dados no local que permitam avaliar se o condutor do camião terá agido sozinho ou será tido apoio no terreno.

NiceCamiao01NiceCamiao04NiceCamiao02

Governo francês prolonga estado de emergência

Depois de dar conta do balanço oficial no que diz respeito ao número de vítimas mortais, que disse terem sido 77, o presidente francês, François Hollande, anunciou já na madrugada desta sexta-feira o reforço das medidas de segurança depois daquilo que classificou como "um ataque terrorista", um acto que, no entanto, até às primeira horas da madrugada ainda não tinha sido reivindicado.

Assim, e de acordo com o presidente francês, as autoridades daquele país vão mobilizar mais 10 mil militares, para além de recorrer aos efectivos na reserva para reforçar o dispositivo nacional de segurança.

Também o estado de emergência nacional, que deveria ser levantado logo depois de terminar o Tour (Volta a França em bicicleta), no próximo dia 26 de Julho, mereceu a atenção de François Hollande segundo o qual o mesmo será agora prolongado por mais três meses.

NiceCamiao07NiceCamiao05NiceCamiao06

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.