Pedro Dias entregou-se às autoridades
Hoje é Segunda-Feira, 27 de Março de 2017

Pedro Dias entregou-se às autoridades

A casa de um amigo em Arouca foi o cenário escolhido pelo homem mais procurado deste país para se entregar às autoridades

PedroDias02Depois de quase um mês em fuga, Pedro Dias resolveu entregar-se esta terça-feira às autoridades policiais em casa de um amigo em Arouca . A pedido do próprio fugitivo, a detenção foi acompanhada pela RTP, uma situação combinada entre os advogados do agora detido, Rui Silva Leal e Mónia Quintela, e Almeida Rodrigues, director nacional da Polícia Judiciária, alegadamente pelo receito do fugitivo em ser confrontado pelas forças policiais.

PUB

À reportagem da RTP no momento da detenção, Pedro Dias garantiu estar inocente, afirmou não ter morto ninguém e disse nunca ter saído da zona de Arouca durante as semanas em que as autoridades o procuraram. Certo é que por volta das 19h00, o homem até aqui mais procurado do país acabou por ser detido, entregando-se com a justificação que de não poderia “ser fugitivo a vida toda”.

Pedro Dias terá feito chegar um bilhete a um familiar no qual indicava a sua vontade em se entregar esta terça-feira, e terá manifestado a vontade da sua entrega às autoridades ser acompanhada pela televisão pública. Contudo, de acordo com a reportagem da RTP, o "piloto" como foi identificado ao longo das últimas semanas, não explicou o que aconteceu em Aguiar da Beira na noite em que se verificaram os crimes que lhe são imputados.

Recorde-se que Pedro Dias é suspeito de matar um militar e um civil, em Aguiar da Beira, distrito da Guarda, além de ter causado ferimentos a outras duas pessoas, uma delas também militar da GNR, encontrando-se em fuga desde o passado dia 11 de Outubro, quando se verificaram aquelas mortes.

JR

PedroDias01

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.