Mafalda Veiga lança futuro assente no passado

Mafalda Veiga lança futuro assente no passado

No Arena Lounge do Casino Lisboa, a artista apresentou o seu novo álbum mas foi com os seus temas antigos que conseguiu cativar

JC 55044À beira Tejo, no Arena Lounge do Casino Lisboa, no Parque das Nações, Mafalda Veiga apresentou recentemente o seu mais recente álbum, "Praia", um disco que ainda não entrou no ouvido dos seus fãs , que a seguem pelos temas com os quais construiu o seu nome como "Um pouco de céu" ou "Cada lugar teu", os quais contam de cor com Mafalda Veiga numa cumplicidade que vem desde os seus primeiros passos na música sempre marcados por uma visível timidez que apenas se desfaz através da música.

PUB

Integrado nos concertos Arena Live do Casino Lisboa, no palco circular do Arena Lounge, Mafalda Veiga chegava ao Casino Lisboa com a responsabilidade de repetir o sucesso que há vários anos atrás ali conseguiu na apresentação dos seus primeiros sucessos. Desta feita, porém, os novos temas ainda não conseguiram cativar o público que demorou um pouco até se deixar levar pela sonoridade da artista.

A partir da "Praia", Mafalda quis "Largar Mais", deixou um pedido — "Não me dês razão" —, chegou a "Domingo" e cantou "Insónia" antes de levar o público a um destino seu: "Outra margem de mim". Depois, "Abraça-me bem" veio dar outro alento a um espectáculo até ali algo morno, conseguindo encontrar "Cúmplices" entre o seu público a quem deu conta das suas "Tatuagens" já à beira do "Fim do dia".

JC 55046JC 55047JC 55049JC 55054

"Todas as coisas" e "Quando" abriram caminho para um dos seus temas de sempre, "Um pouco de céu", cantado no palco mas também em redor deste pelo público que acordava agora para o apoio a Mafalda Veiga. "Fado", porque também Mafalda quis tentar o património imaterial da humanidade, mas também "Imortais", "O meu amor" e "Estrada", levaram o espectáculo quase até ao final, atingido com "Olha como a vida é boa".

Em redor do palco circular do Arena Lounge, permaneciam os indefectíveis de Mafalda Veiga que fizeram questão de a chamar de novo para o natural "encore", com a artista a agradecer e a terminar com um dos seus "hinos" — "Cada Lugar Teu" —, também este cantado pelo público que despediu a artista com um aplauso também ele algo tímido, depois de um espectáculo morno ao jeito das águas de uma "Praia" distante onde a temperatura será certamente bem mais quente do que aquela que se fez sentir nesta noite fria de Dezembro.

texto: Jorge Reis
fotos: Jorge T. Carmona

JC 55055JC 55061

JC 55069 JC 55073
JC 55070 JC 55056

JC 55065JC 55074

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.