Lisboa debateu “Fenómeno Hip Hop”

Lisboa debateu “Fenómeno Hip Hop”

Integrado no programa do "Lisboa Dance Festival", acompanhámos um debate em torno do Hip Hop, um estilo musical que já é muito mais

LisboaDanceFestival-001Ao abrigo do Lisboa Dance Festival, que durante o fim-de-semana assentou arraiais no Lx Factory, em Lisboa, foi discutido naquele espaço o Fenómeno Hip Hop , tema de um dos painéis na Fábrica L. Com Rui Miguel Abreu (Antena 3), Ricardo Farinha (Rimas & Batidas), Mike El Nite e Harold - GROGNation, falou-se do Hip Hop, algo que, como fenómeno que veio para ficar, como nos diz Harold, surge como um estilo musical que já não é um estereótipo.

PUB

Os artistas de hip hop podem hoje ser brancos ou pretos, vestem-se como querem e não têm de estar vinculados a um estilo próprio. Harold fala-nos da dificuldade de gerir as emoções que a internet lhe reproduz cada vez que publica um novo trabalho na Web. As mensagens publicadas nas caixas de comentários, de “não gosto”, de quase ódio, mexem com os seus sentimentos pelo que por vezes opta por publicar e não ir ler comentários.

Já Mike El Nite vê estes comentários como alavanca para uma discussão que se vai gerando on line entre os que gostam e não gostam, promovendo-se um debate em torno da música com perspectivas bem diferentes, mas positivas.

LisboaDanceFestival-002LisboaDanceFestival-005LisboaDanceFestival-004

Rui Miguel Abreu, por seu turno, refere e bem que há uns anos atrás, sem internet, os indivíduos não iam dar-se ao trabalho de escrever uma carta opinativa sobre a música de um artista, deslocar-se aos CTT comprar um selo e enviar. A Internet, considera, veio potenciar de forma positiva mas também negativa este tipo de discussões.

Como refere Ricardo Farinha os artistas hoje em dia publicam um trabalho no youtube ou noutra plataforma e o número de visualizações que geram pode alavancar o trabalho chegando às rádios. A titulo de exemplo refere o rapper Piruka, actualmente bastante ouvido nas rádios Cidade e Mega FM.

Sem grandes dúvidas, o Hip Hop veio para ficar, tendo o debate chegado ao fim com o desafio de, em breve, poder existir um festival exclusivo de Hip Hop. Pois que venha ele... lá estaremos!

reportagem: Ana Cristina Augusto

LisboaDanceFestival-003LisboaDanceFestival-006LisboaDanceFestival-007

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.