Lukas Graham encerrou digressão em Lisboa

Lukas Graham encerrou digressão em Lisboa

O regresso do músico dinamarquês e da sua banda está já agendado para Julho no Festival MEO Marés Vivas

LukasGraham02Com o australiano Hein Cooper a preencher a primeira parte, decorreu em Lisboa, no Coliseu, na passada quarta-feira, o espectáculo de encerramento da digressão europeia dos Lukas Graham , banda que se estreou perante o público português e que tem já regresso agendado a Portugal para Julho então a norte, no festival MEO Marés Vivas. Hein Cooper teve a seu cargo o primeiro contacto com o público, que saudou com um bem disposto “Olá, olá, olá!” apresentando-se com “Everything starts with a guitar and a loop pedal”.

PUB

Interpretando oito temas no palco do Coliseu, Hein Cooper prendeu em particular as atenções com “Rusty”, “The art of escape”, mas também ao apostar num excelente cover da música "I Need A Dollar”. Pelo meio, Cooper foi falando da sua vida, deixando elogios à cidade de Lisboa e a Portugal. E porque também a sua missão era dar entrada para a música de Lukas Graham, fez questão de salientar que a noite era dedicada ao último espetáculo da digressão europeia da banda, deixando um pedido para o público: “Preparem-se!”

Perto das 22h00 surgiu então no palco do Coliseu o grupo Lukas Graham, cheios de energia apesar da icónica sala de espectáculos da capital estar a “meio gás”. Lukas Graham, não a banda mas o vocalista que lhe "empresta" o nome, evergando jeans com os boxers “à espreita”, entra em palco para interpretar “Take The World By Storm”, no último espectáculo de uma digressão na estrada ao longo de seis meses.

LukasGraham01LukasGraham03

Do alinhamento destacamos os temas “Mama Said", "You’re Not There", "Don’t You Worry ‘Bout Me" entre muitos outros cantados com energia. Muitas histórias de vida e emoção, a que o vocalista apelidou de “suor ao redor dos olhos”, numa noite em que recordou o seu falecido pai, falou da sua mãe e lembrou uma passagem dos seus pais por Portugal, em “fins de semana de pausa familiar de uma familia barulhenta”.

Lukas Graham, músico e compositor dinamarquês de 28 anos, nascido em Setembro de 1988 em Copenhaga, revelou ainda ao público do Coliseu o enorme agrado com que a sua mulher e a sua filha tinham passeado por Lisboa, uma cidade que adoraram, deixando ainda em jeito de confidência a referência ao esforço que faz para tentar ser “um pai normal” que tem “um trabalho estranho”.

Quanto ao grupo, composto por Magnus Larsson, Mark Falgren, Morten Ristorp e líder Lukas Graham Forchhammer, estão juntos desde 2011, tendo terminado este digressão com um derradeiro concerto para um público entusiasta que recebeu a banda bem ao jeito português. E no final, naturalmente, impôs-se o inevitável “encore” de despedida com "7 Years Old", e a promessa de um regresso para breve, que acontecerá em Vila Nova de Gaia no próximo mês de Julho para o festival MEO Marés Vivas.

Ana Cristina Augusto

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.