Aurea cantou os parabéns ao Casino Lisboa

Aurea cantou os parabéns ao Casino Lisboa

Na noite em que se assinalou o 11º aniversário do Casino Lisboa, Aurea deu conta da sua necessidade de recomeçar ao apresentar “Restart”

Aurea-001Quando, a 19 de Abril de 2006, abriram as portas do Casino Lisboa, por certo que muitas interrogações pairavam sobre o futuro de um espaço que, onze anos depois, é um sucesso , tanto em número de visitantes em busca da sorte no jogo, como na quantidade de eventos lúdicos e culturais que por ali passaram nos últimos onze anos, celebrados na última quarta-feira com um concerto da cantora Aurea no Arena Lounge, um espaço por onde já passaram tantos nomes, quase sempre em actuações de qualidade a merecerem os aplausos do público.

PUB

Como é característico daquele espaço, o espectáculo foi uma vez mais de acesso livre ao público, com o único limite à necessidade de ser cumprida a idade acima dos 18 anos, devido às imposições legais relativas aos Casinos. Com o público a preencher em bom número os três andares de varandas sobre o Arena Lounge, Aurea chegou ao palco debaixo de aplausos, depois de, minutos antes, ter confessado algum nervosismo, afinal sempre natural em quem se apresenta ao público. Sobre o palco estava já a sua banda, pronta a permitir à artista a interpretação de “Restart”, o novo disco de Aurea que começa agora o seu percurso de revelação.

Procurando um renovar do seu caminho, um começar de novo, “Restart” surge para Aurea como a busca de um novo caminho, seu, pessoal, baseado nas origens que a inspiram, sejam Soul ou Jazz, sejam Pop ou Rock, mas procurando principalmente uma mescla de todos estes ritmos que lhe permitam a imagem própria. Trabalhando este novo trabalho nos Estados Unidos, lado a lado com a lendária baterista Cindy Blackman Santana e com o baixista Jack Daley – a dupla que assegura a produção de “Restart” e que já foi a secção rítmica de gente como Lenny Kravitz ou Joss Stone – Aurea chegou assim a este novo álbum que lhe permite agora começar de novo.

Aurea-002Aurea-003Aurea-004Aurea-005

E porque se trata de um recomeço, naturalmente que este álbum ainda não é familiar ao público, tendo Aurea ainda um largo caminho a percorrer para o impor junto do público. Isso mesmo ficou claro neste concerto do Casino Lisboa no qual os novos temas mereceram apenas aplausos tímidos por parte do público, em contraste com outras músicas bem mais conhecidas, essas sim a permitirem a empatia com o público.

A noite, imposta pela data do aniversário, acabou por colocar Aurea perante um "concorrente" de peso ali bem perto, no MEO Arena, a poucas centenas de metros do Casino Lisboa, onde Roberto Carlos realizou o concerto do seu aniversário, na noite em que o cantor brasileiro assinalou os seus 76 anos.

Perante aquelas contrariedades, Aurea, com a imagem bem agradável que a caracteriza, toda de negro, descalça respeitando uma das suas imagens de marca, procurou desde o início do concerto criar empatia com o público, dialogando, e chegando até ele de forma gradual, acabando por o "agarrar" mas apenas na segunda metade da noite, quando a mistura entre os novos e os velhos temas permitiram chegar mais perto daqueles que ali foram celebrar o 11º aniversário do Casino Lisboa. Depois de abrir com “Too old too soon”, passou por outros temas do novo álbum “Restart”, como “Killer” ou “Hold me”, intercalados com outros como “I feel love” ou “Nothing left”.

Aurea-006Aurea-007Aurea-008Aurea-009

Alguns dos temas incluídos no “Restart” como “I didn´t mean it” ou “Something” permitiram ainda assim momsntos altos, acabando no entanto por ser à beira do final, com o encore a colocar o público também a cantar.

Depois do brinde ao aniversariante, o Casino Lisboa que, com 11 anos, acabou por ser o único a "furar" a obrigação legal dos 18 anos, e sem o tradicional partir do bolo, que não houve, foi tempo para avançar para os últimos temas “Scratch” e “Okay Alright”, despedindo-se Aurea do público que acabou por lhe tributar um grande aplauso no final.

Com muito trabalho para impor o seu novo álbum, Aurea acabou por permitir ao Casino Lisboa uma agradável celebração dos 11 anos deste espaço que, também ele, terá por certo muito a percorrer para garantir o crescimento da sua importância na contribuição para a realidade cultura e lúdica da cidade de Lisboa, uma capital europeia cosmopolita que há muito reclamou para si este espaço permitido pelo ainda pré-adolescente Casino Lisboa.

reportagem: Jorge Reis

Aurea-010Aurea-011

 

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

Aurea-012Aurea-014

Aurea-020Aurea-022

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.