Nem a chuva arrefeceu os ânimos no NOS Alive

Nem a chuva arrefeceu os ânimos no NOS Alive

No segundo dia do Alive, Carminho, no EDP Fado Café, e Nilton, no palco Comédia, marcaram pontos nas preferências dos festivaleiros

NOSAlive-Day2-014No dia em que os Foo Fighters chamaram a si a condição de “cabeças de cartaz”, o NOS Alive, a viver a segunda de três enchentes, teve em Carminho um dos nomes em destaque , com actuações de enorme qualidade no pequeno palco EDP Fado Café onde assinou uma actuação mais intimista destinado ao que disse ser "um microdécimo" do Alive. A chuva que ameaçou cair em força não passou de mero chuvisco que arrefeceu a noite mas não chegou para arrefecer os ânimos nem a vontade dos festivaleiros, os quais fizeram sempre questão de tirar o melhor partido desta excelente 11ª edição do NOS Alive.

PUB

Ainda a propósito de Carminho e da sua actuação, por contraditório que possa parecer, num evento em que, uma vez mais neste segundo dia do Alive, 55 mil festivaleiros marcaram presença no Passeio Marítimo de Algés, terá sido mesmo a dimensão mais reduzida desta proposta de música em redor do património imaterial da humanidade que é o Fado que permitiu o destaque às prestações daquela fadista.

Sala cheia, e mais algumas centenas de pessoas aglomeradas à entrada de cada porta tentavam ouvir a fadista, distinguindo o som que vinha de dentro da sala confundido por vezes com aquele que saía das colunas do palco NOS Clubbing, onde as Pega Monstro cumpriam também elas a sua presença no festival.

NOSAlive-Day2-00NOSAlive-Day2-001NOSAlive-Day2-005NOSAlive-Day2-008

Nesta viagem feita no feminino pelo recinto do NOS Alive já nos tínhamos cruzado com as Savages no palco Heineken, logo seguidas das Warpaint no mesmo espaço, mas também com Fábia Maia no Coreto By Arruada, num dia em que viríamos ainda a estar com outros nomes de mulheres fortes neste festival, como Filomena Cautela que permitiu excelente e divertido ambiente no palco Comédia antes da entrada em cena de Nilton, ele que fechou o programa daquele espaço no segundo dia do NOS Alive.

Quanto a outros nomes mais sonantes que passaram neste segundo dia pelo NOS Alive à margem do palco principal, de que já lhe demos conta em outra peça aqui no canal de Cultura do portal LusoNotícias, destaques para o músico austríaco Parov Stelar, de nome próprio Marcus Füreder, ele que passou pelo palco Heineken, ou ainda para os Modernos ou Bispo, duas bandas criadas a partir dos Capitão Fausto que passaram pelo NOS Clubbing.

NOSAlive-Day2-004NOSAlive-Day2-003NOSAlive-Day2-002NOSAlive-Day2-006

Por entre tempo gasto nas filas para acesso às casas de banho e outro tempo bem melhor empregue para o acesso às muitas e saborosas áreas de restauração, o segundo dia para os 55 milhares de festivaleiros que rumaram uma vez mais ao Passeio Marítimo de Algés terminou uma vez mais bem tarde, muito para além do final do programa do Palco NOS onde os Foo Fighters permitiram o delírio colectivo até para além das 02h30 da madrugada de sábado. Para além disso, houve ainda espaço para que os palcos Heineken e Clubbing, respectivamente com Floating Points e os Bandido|s a fecharem uma noite que por esta altura era já só para os mais resistentes. Afinal, no horizonte vinha já o terceiro e último dia do festival e era ainda necessário retemperar forças.

reportagem: Ana Cristina Augusto e Jorge Reis

NOSAlive-Day2-000NOSAlive-Day2-009NOSAlive-Day2-010NOSAlive-Day2-011NOSAlive-Day2-013NOSAlive-Day2-012

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.