K-EA_3-0_Portimonense_0030

Estrela aproveita erros do Portimonense e vence na Amadora (3-0)

Um triunfo tranquilo sobre o Portimonense por 3-0, garantido no Estádio José Gomes, na Reboleira, permitiu ao Estrela da Amadora fugir à zona de despromoção da tabela classificativa do campeonato da I Liga, assegurando os três pontos com uma vitória conseguida ainda no primeiro tempo, período em que os golos foram faturados para os tricolores que tiraram partido de uma noite azarada do conjunto de Portimão que apontou, em auto-golo, dois dos três golos do jogo.

Tirando o melhor partido de erros da formação algarvia, o Estrela da Amadora adiantou-se bem cedo no marcador, logo ao minuto 6′, num lance em que Rodrigo Pinho, reforço de inverno do Estrela da Amadora, rematou à baliza da turma de Portimão depois de um pontapé de canto, Dener ainda procurou conseguir o corte mas um ressalto nos pés de Carlinhos acabou mesmo por enviar a bola para dentro da baliza no primeiro auto-golo do jogo dos homens do Portimonense.

{gallery}2024/LusoGolo/240209-CFEA-Portimonense/Pasta01{/gallery}

A jogar com Rodrigo Pinho na frente de ataque, apoiado por Leo Jabá e N’Do a flanquearem o jogo ofensivo dos tricolores, o Estrela da Amadora deu conta de uma boa evolução relativamente a jogos anteriores, acabando por justificar novo golo ao minuto 13′, uma vez mais com o Portimonense a cometer um erro crasso permitindo que Rodrigo Pinho recuperasse a bola para o Estrela, lançando Leo Jabá que, com qualidade, desferiu um remate cruzado a bater o guarda-redes Nakamura para o segundo golo do Estrela da Amadora.

E porque não há uma sem duas nem duas sem três, o Portimonense havia de cometer um terceiro erro crasso que viria a dar origem a novo golo para o Estrela da Amadora, uma vez mais com um auto-golo dos homens de Portimão, desta feita do próprio guarda-redes Nakamura.

Na sequência de um pontapé de canto batido do lado direito do ataque por Nilton, Nakamura não conseguiu agarrar a bola na pequena-área e, pressionado por Aloísio Souza, acabou por colocar a bola dentro da própria baliza colocando o marcador em 3-0 para a equipa amadorense, o resultado com que seria atingido o intervalo a premiar o melhor futebol dos tricolores mas, mais do que isso, a penalizar os erros infantis do conjunto algarvio.

Para o segundo tempo, depois dos erros e do descontrolo da equipa do Portimonense, o Estrela da Amadora pôde entrar em campo descontraído, com uma vantagem robusta frente a um adversário que tinha naturalmente que melhorar para impedir que o mal fosse ainda maior até ao final do jogo.

E a verdade é que o Portimonense subiu de produção, conseguiu tranquilizar-se sobre o relvado e equilibrou o jogo, mas já frente a um Estrela da Amadora que, a vencer por 3-0, teve tão só a necessidade de gerir essa vantagem e levar o jogo até ao final com o objectivo de assegurar os três pontos particularmente importantes para o conjunto da Reboleira.

A equipa visitante pôde inclusivamente ter mais bola no segundo tempo mas de forma consentida pelo Estrela, que levou o jogo até ao final podendo festejar a vitória por 3-0 que lhe permitiu regressar aos triunfos depois de três derrotas consecutivas.

texto: Jorge Reis
fotos: Luís Moreira Duarte

Sondagem

Qual a sua convicção pessoal relativamente ao curso da guerra na Ucrânia?

View Results

Loading ... Loading ...

Rádio LusoSaber

Facebook

Parcerias

Subscreva a nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossas últimas atualizações na sua caixa de entrada!