FCP-Vizela-01

FC Porto goleou o Vizela (4-1) após estar a perder ao intervalo

Um auto-golo de Pepe ao minuto 17′ depois de um cruzamento de Essende para a área do FC Porto, num lance em que o capitão dos dragões tinha tempo e espaço para controlar a bola e dar seguimento à jogada, mas em que errou de forma grosseira ao bater Diogo Costa sem que este nada pudesse fazer para impedir o golo para o Vizela, abriu a contagem de um jogo que acabaria por ter história inusitada dentro das quatro linhas, mas também alguma história fora do relvado.

O jogo viria a terminar com uma goleada da equipa da casa à turma vizelense, por 4-1, mas as histórias em redor deste jogo prosseguiram, nomeadamente nas bancadas do Estádio do Dragão, onde as claques portistas passaram quase todo o tempo do jogo em silêncio, como forma de protesto depois de faixas das claques do FC Porto terem sido roubadas do Museu do clube no fim-de-semana em que os azuis-e-brancos venceram o Benfica por 5-0.

Já perto do final do jogo, depois do FC Porto ter divulgado um comunicado no seu sítio online em que se solidarizou com as claques, estas acabaram o jogo a dar o seu normal apoio à equipa, e Sérgio Conceição deu mesmo indicações aos seus jogadores para irem agradecer às claques no final da partida, uma situação que mereceu por parte dos adeptos dos outros sectores das bancadas do Estádio do Dragão uma enorme assobiadela.

Claques à parte, a verdade é que com mais ou menos apoio dos adeptos, a equipa do FC Porto conseguiu resolver um problema que ainda se revelou algo complicado, fruto do auto-golo de Pepe, que desconcentrou a equipa portista durante parte do primeiro tempo, mas mesmo em desvantagem o conjunto às ordens de Sérgio Conceição acabou por equilibrar o rumo do jogo e, apesar de ter chegado ao intervalo ainda em desvantagem, estava já por essa altura a dominar a partida face a um adversário que raramente conseguia chegar à baliza de Diogo Costa.

Expulsão de Lacava deu espaço à goleada

O segundo tempo permitiu o regresso ao relvado de uma equipa portista a dominar a partida, um domínio que passou a ser absoluto depois da expulsão de Lacava ao minuto 49′, na sequência de um derrube a Francisco Conceição. O jogador do Vizela viu o segundo cartão amarelo e o consequente vermelho (já tinha visto um primeiro cartão amarelo ao minuto 38′ por uma falta cometida sobre João Mário), deixou a sua equipa a jogar com menos uma unidade e o domínio do FC Porto revelou-se cada vez mais intenso, com os golos a aparecerem naturalmente a partir dali.

Francisco Conceição, o mesmo jogador que tinha estado no lance da expulsão de Lacava, foi o autor de um verdadeiro golaço ao minuto 55′, repondo a igualdade (1-1) num remate desferido de fora da área, em arco, com a bola a entrar junto ao poste direito da baliza do Vizela, indefensável para o guarda-redes Buntic.

Depois, ao minuto 68′, foi a vez de Pepê, jogador que tal como Wendell e Galeno também irá estar a representar a selecção do Brasil, a marcar para o FC Porto, num remate também aqui desferido de fora da área a partir da zona central em frente à grande-área do Vizela. Curiosamente, e tal como no primeiro golo, também aqui a bola entrou junto ao poste direito da baliza de de Buntic que, uma vez mais, nada pôde fazer para impedir o golo portista.

Com o FC Porto na frente do marcador, os pupilos de Sérgio Conceição mantiveram a pressão sobre o último reduto do Vizela e os golos apareceram naturalmente, primeiro por Evanilson, ao minuto 78′, na recarga a um primeiro pontapé desferido por Otávio Ataíde, e depois, ao minuto 89′, por Toni Martinez. Francisco Conceição rematou para uma primeira defesa incompleta de Buntic e Toni Martínez, oportuno, apareceu no momento certo para enviar a bola para o fundo das redes.

O FC Porto venceu assim por 4-1 a turma do Vizela, que terminará esta 26ª jornada do campeonato da I Liga cada vez mais afundada no penúltimo lugar da classificação, apenas à frente do Desportivo de Chaves, isto enquanto que os dragões ficam, à condição, a três pontos do Benfica e a quatro pontos do Sporting, isto porque os rivais dos dragões só irão jogar este domingo, respectivamente no terreno do Casa Pia e em casa frente ao Boavista.

texto: Jorge Reis
fotos: ©X (twitter)

Sondagem

Qual a sua convicção pessoal relativamente ao curso da guerra na Ucrânia?

View Results

Loading ... Loading ...

Rádio LusoSaber

Facebook

Parcerias

Subscreva a nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossas últimas atualizações na sua caixa de entrada!