ESHTE_Estudantes

Hotéis de luxo do Dubai contratam estudantes da ESHT Estoril

O Grupo Jumeirah Hotels and Resorts, detentor do icónico Burj Al Arab, apresenta mais de uma centena de vagas para estágios de finalistas das licenciaturas e estudantes dos mestrados da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE). O prestígio internacional deste estabelecimento de ensino continua em alta e acaba de abrir para os finalistas as portas do Médio Oriente. Isto porque o prestigiado Grupo Jumeirah Hotels and Resorts manifestou interesse em receber mais de uma centena de licenciados ou frequentadores de mestrados da instituição, para estágios de seis meses no Dubai.

As propostas do grupo que pertence ao Sheik Mohammed bin Rashid Al Maktoum – primeiro-ministro e vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos (EAU) – incidem sobre as unidades do Jumeirah Hotels and Resorts no Dubai, onde um trio de hotéis icónicos ficará completo com a abertura do Jumeirah Marsa al Arab, bem próximo do Jumeirah Beach Hotel e do mundialmente conhecido Burj Al Arab.

“Este interesse demonstrado pelo Jumeirah Hotels and Resorts é fortemente motivador e confirma que a instituição está no bom caminho. É igualmente um sinal de reconhecimento em relação à qualidade do ensino em Portugal, neste caso na área do turismo”, destaca Carlos Brandão, presidente de uma instituição que reclama para si um invejável índice de empregabilidade, a rondar os 96%.

A abertura de novas unidades hoteleiras do grupo a breve prazo aumenta o interesse declarado nos finalistas de todas as licenciaturas e frequentadores dos diversos mestrados da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, com condições extremamente competitivas para os jovens. 

“Há cada vez mais entidades a dar formação nestas áreas, mas não têm o empenho, o conhecimento e a qualidade formativa da ESHTE. Nós sentimos que os nossos estudantes saem daqui preparados para dar uma excelente resposta aos desafios mais exigentes. Por outro lado, esta abordagem, mais uma do exterior, deve servir igualmente como um aviso forte para o mercado nacional. Se querem bons estudantes terão de atrai-los com melhores condições, a vários níveis”, salienta Carlos Brandão.

Para esclarecer questões e apresentar as condições propostas para os estágios de seis meses, tendo em vista o segundo semestre de 2024, o Jumeirah Hotels and Resorts vai promover uma sessão de esclarecimento para os estudantes, a 4 de abril, via Teams.

“Recebemos um contacto direto da diretora de Recursos Humanos do grupo Jumeirah Hotels and Resorts a demonstrar interesse em receber os nossos estudantes em estágios, com perspetivas de continuidade. Já temos mais de 70 inscritos na sessão de esclarecimento e esta janela que se abre para os EAU é, naturalmente, um reconhecimento do trabalho realizado ao longo dos anos na ESHTE”, frisa, por seu turno, João Pronto, docente e Coordenador do Gabinete de Estágios da instituição. 

Distinguida pelo segundo ano consecutivo com o prémio de Melhor Formação em Turismo em Portugal, a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estorilcaminha assim para um novo recorde de finalistas colocados em estágios internacionais, com o Dubai a ameaçar destronar a Grécia como destino preferencial dos estudantes.

Em 2023, entre 734 estágios de finalistas das licenciaturas da ESHTE, 90 foram realizados além-fronteiras e 53 desses – mais de metade, portanto – tiveram como cenário os hotéis gregos, sobretudo as unidades de luxo dos grupos Sani/Ikos Hotels e Nana Hotels.

ESHTE mantém forte aposta na investigação

A liberdade e a democracia conquistadas há meio século em Portugal abriram caminho para a intensificação das relações internacionais, de que estes crescentes estágios fora do país são exemplos flagrantes. Assumindo-se como espaço de reflexão sobre essas dinâmicas, o “Seminário Turismo e Democracia, (mais de) 50 anos de viagens”, iniciativa do Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação (CIDI) da escola, integra a agenda nacional de divulgação das comemorações dos 50 anos do 25 de abril. A sessão de reflexão está agendada para 16 de abril, na Sala Estoril da ESHTE, entre as 14h00 e as 18h00.

Unidade funcional da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, o CIDI desempenha um papel importante numa instituição que procura estar constantemente na vanguarda da inovação e desenvolver, pelo caminho, as competências dos estudantes. Em março, o Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação promoveu dois eventos Turiscovery: uma conferência e um concurso de ideias para artigos científicos, organizado por estudantes e destinado à comunidade académica. 

A ESHTE, que tem nesta altura a decorrer as inscrições para os mestrados e as pós-graduações do próximo ano letivo, mantém uma forte aposta na investigação e, nesse sentido, assinou recentemente com o Governo um contrato-programa de financiamento e apoio à contratação por tempo indeterminado de dois doutorados para a carreira de investigação científica.

Refira-se a propósito da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril que se trata de um estabelecimento de ensino criado em 1991, sendo hoje uma Instituição Pública de Ensino Superior Politécnico, tutelada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Os Estatutos reafirmam a sua natureza de escola politécnica não integrada e conferem-lhe atribuições no sentido da criação, transmissão e difusão de conhecimentos relacionados com o exercício de atividades profissionais altamente qualificadas, nas áreas do Turismo, da Hotelaria e da Restauração.

LusoTurismo

Sondagem

Qual a sua convicção pessoal relativamente ao curso da guerra na Ucrânia?

View Results

Loading ... Loading ...

Rádio LusoSaber

Facebook

Parcerias

Subscreva a nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossas últimas atualizações na sua caixa de entrada!