No dia de encerramento do MEO Marés Vivas, Anitta foi claramente o nome forte do cartaz, ela que teve ainda assim antes de si no palco principal da Madalena, em Gaia, a britânica Jessie J. (Jessica Ellen Cornish), cantora e compositora que conseguiu de algum modo fazer esquecer por algum tempo o brilho que estava para vir com a brasileira Anitta.

Dialogando com o público e chamando mesmo uma jovem de 14 anos para o palco, Jessie conseguiu uma presença em palco de uma amiga de todos mais do que de uma cantora, naturalmente sem nunca deixar de o ser.

Aos 34 anos, Jessie J. começou o seu percurso musical ao escrever temas para artistas como Miley Cyrus, Rihanna, Justin Timberlake ou Chris Brown. Em Fevereiro de 2011 assinou o seu álbum de estreia, Who You Are, conseguindo com este trabalho ascender aos tops de países como a Austrália, Suíça, Estados Unidos, Canadá e Irlanda.

Natural de Redbridge, em Inglaterra, Jessie J. foi, apesar de tudo, um nome forte deste festival, permitindo para o público uma actuação cheia de bons sons e uma voz colocada nos seus ritmos com alguma inspiração no jazz e nos blues, mas também com ligações ao público da Madalena que teve ali a dois passos uma cantora que fez questão de ser um deles, mesmo a partir do palco.

Jessie J 05

Jessie J 03

Diogo Piçarra com um coro de milhares de fãs

Antes de Jessie J esteve em palco o português Diogo Piçarra, ele que cantou e encantou e que foi acompanhado pelos 30 mil na plateia que permitiram por momentos um coro tão acertado quando emotivo.

Refira-se que este cantor algarvio esteve em palco no mesmo dia em que actuaram também duas portuguesas que deram nas vistas, nomeadamente Maro, a vencedora do último Festival da Canção, e Beatriz Rosário, uma das novas vozes do fado que começou desde logo por inovar na forma como escolheu o seu “look” que pouco ou nada teve a haver com o estereotipo de uma fadista.

DiogoPicarra 02

Anitta fechou o dia desta vez com a bandeira certa

No fecho do terceiro dia do MEO Marés Vivas e por inerência no encerramento do festival, a brasileira Anitta subiu ao palco para o concerto de fecho da sua tournée, isto depois de já há poucos dias ter actuado em Lisboa no palco do Rock in Rio.

Aliás, depois de ter cometido uma gaffe no Parque da Bela Vista ao erguer uma bandeira de Espanha, Anitta elevou desta vez na Madalena, em Gaia, a bandeira correcta de acordo com o público, uma bandeira portuguesa que Anitta fez questão de mostrar fazendo afinal as pazes com o público luso.

Ousada e provocadora como sempre, Anitta brilhou e levou ao rubro o público que a acompanhou em vários temas no fecho de um festival que reuniu durante os três dias 90 mil pessoas esgotando o espaço este ano escolhido para receber o festival MEO Marés Vivas.

Anitta 01

Anitta 02

Anitta 05

Leonor Noronha
Pin It